quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Vodu no Giovanni

Eu acredito em Deus e em outras coisas invisíveis, mas honestamente nunca me convenceram as mandingas, macumbas, olhos gordos e outras pragas. Porém, às vezes, acontecem algumas coisas estranhas.
Senão vejamos: semana passada o deputado federal Giovanni Queiroz praguejou os sem-terra, o Incra e movimentos sociais que lutam pela reforma agrária no País.
Representante de toda uma região que é tida e havida com uma das mais produtivas do País, Giovanni disse sem nenhum decoro – e sem meias palavras – que daria um tiro na cara de qualquer sem-terra que invadisse uma fazenda sua.
Pois bem, quis o destino que Giovanni pisasse nesta região, no sábado, participando de atividades políticas na zona rural – lotada de assentamentos e invasões, onde moram, mau e porcamente, os amaldiçoados por Giovanni Queiroz, aqueles a quem ele gentilmente daria um tiro na cara.
Os desvalidos – alvos móveis de Giovanni – não lhe fizeram mal, mas com certeza lhe rogaram muita praga. Resultado: o deputado, do alto de sua arrogância, despencou de uma escada ao lado do palanque onde discursavam autoridades.
Foi parar no hospital. Ali passou dois dias, internado. Felizmente para os seus, ele saiu ileso.
Fica aqui o recado ao nobre parlamentar: cuidado. Os bruxos estão à solta, debaixo das lonas pretas, correndo o risco de, a qualquer momento, pegarem um tiro na cara. Mas sempre com seus alfinetes pontiagudos nas suas mãos calejadas.

Um comentário:

educacional_6009etica@hotmail.com disse...

Nós precimos de mais jornalistas com a sua capacidade, vc é valoroso. Todas as matérias q vc escreve são claras, objetivas, sinceras e demonstram segurança e conhecimento. Vc é um show - como dizem: "Não é só bonito, é tbm inteligentíssimo!" - nada pessoal.