segunda-feira, 28 de junho de 2010

Vamos ver

Vou tentar voltar. O problema todo é que as pessoas fazem muitas denúncias pesadas sem se identificarem e eu confesso que ando meio sem tempo para investigar tudo.
Ademais, meus amigos, ser blogueiro não é como entrar no tráfico de drogas (rsrsrs). Se eu não tiver como continuar, quero ter o direito de parar, ok?
Ah, sobre o PH, não posso dizer que ele é meu amigão particular, mas é gente muito boa e tem um jeito bem irreverente de fazer esporte. Às vezes ele exagera, como eu também posso exagerar, ou como qualquer outro profissional.
Acho que disseram muito mais coisas do que o que realmente aconteceu.
Se o PH xingou no ar, ele errou e deve arcar com as consequências.
Mas quanto ao que chamam de ofensa ao Paysandu, eu estou com o PH.
A Imprensa da capital é bairrista e mesquinha e só contribui para que Paysandu e Remo continuem na lama onde estão, ganhhando só o "Campeonato Paraense" e nada mais.
No dia que alguém "taca" o dedo na ferida, aí fica todo mundo ofendido. Sai daí!
Tou voltando, de vagar, mas vou voltando.
As turbinas precisam de aquecimento.
1, 2, 3, 14... Vamos lá.

8 comentários:

Anônimo disse...

seja bem vindo! estávamos com saudade.

Anônimo disse...

Um blog sem atualização é igual:
uma casa abandonada
um casamento sem sexo
uma cidade sem prefeito
fica tudo sem graça
vc pode parar, mas deve voltar sempre.
abraçossssss

Anônimo disse...

Volta logo, estamos com saudade.

Quaradouro disse...

Muito bem! Agora chega de papo e vamos à luta. O que eu recebo de filhadaputice anônima, em regra ofensiva a Deus, ao Mundo e ao Diabo (tudo em maiúsculas porque já tenho encrenca demais com eles), me irrita. Mas, o objetivo dos filhosdeputa é esse: calar sua boca porque eles são sórdidos, podres, inúteis e têm não suportam qualquer coisa que não se pareça com eles. Por isso,deleta tudo que venha dessa banda podre (três ou quatro inutilidades notórias e pegajosas, qualquer hora te dou os nomes deles)
Agora dá uma olhada no meu blog. E vê como a candidatura de Ferreirinha foi parar nas calendas grecas.

Quaradouro disse...

ô das 05:43!
"uma cidade sem prefeito" não é tão ruim assim...
Olha só Marabá! Quem é que sente falta dele?

Anônimo disse...

Valeu pela volta, parceiro! Mas já te peço permissão para discordar do que dissestes sobre o sr. ph. Primeiro, ser repórter é formar opinião, e não se admite que se use o instrumento de trabalho que é o microfone prá agredir, achincalhar ou denegrir a imagem de qualquer clube ou cidadão. O sr. Paulo Henrique usa deste expediente para esculhambar o Paysandu´- instituição séria que merece todo o nosso respeito. Gostando ou não de suas côres. Usar como argumento a alegação de que os teus colegas de Belém fazem o mesmo, é nivelar por baixo. Acho até que você pode se expressar melhor abalizado: é só ouvir as gravações aí mesmo na Rádio Clube. Aí sim. Sei que falarás diferente. A não ser que tua defesa seja o que se denomina ESPÍRITO DE CORPO.O que não acredito, por te conhecer e saber de tua índole. Fico no aguardo, mano. Um abraço!...

chagasfilhodemaraba disse...

Ao meu amigo anônimo das 15h54.
Acho que fui claro. Se o PH exagerou, então que ele pague por isso.
Mas eu acho também que o repórter, ainda mais de rádio, tem que expressar suas opiniões, sim senhor, e isso o PH faz muito bem.
Além do mais, quando o PH expôs as mazelas de um grande time (mesmo com xingamentos), ele prestou um serviço para o Paysandu e para o próprio futebol paraense, ou alguém acha que a suspensão dos jogadores e do técnico do Águia na final do Parazão não teve o dedo do Paysandu? Vamos ser realistas. Paysandu e Remo fazem todas as manobras possíveis para serem campeões e às vezes conseguem. Também não consigo entender por que ninguém detona essa maracuatia toda que existe para beneficiar esses dois times. As pessoas preferem crucificar um repórter que falou um monte de verdades e, talvez, alguns palavrões. Não se trata de corporativismo, se trata de dar prioridade àquilo que merece ser prioridade, mas não está sendo. Aquele abraço.

Quaradouro disse...

Eu não sei quem é PH ou o ue ele disse. Mas vi a sacanagem que as rádios de Belém fizeram com o Águia após a derrota para o Paysandu, na decisão. Nunca vi tanto deboche. Radialistas esportivos, em Belém, são mais torcedores do que formadores de opinião.
Acontece que no dia em que Paysandu não conseguir mais sobreviver, por conta da irresponsabilidade com que é administrado, o Remo vai com ele e o futebol da capital também.
Exemplos não nos faltam: Amazonas, Mato Grosso, Maranhão...