terça-feira, 6 de julho de 2010

Como folhas de outono

O prefeito Maurino Magalhães diz sempre por aí que firmou um compromisso com Deus de que aonde ele for, vai sempre falar no nome de Deus e começará seus discursos dizendo que “Não cai uma folha de uma árvore sem a permissão de Deus”.
Esqueceu-se, porém, o gestor de firmar outro compromisso, o de zelar para que seus irmãos que trabalham na prefeitura não sejam importunados pela “mortandade que assola ao meio-dia”.
Esqueceu-se também de ler I João, Cap. 4, Vers. 20, onde está escrito: “Se alguém diz: eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem nunca viu.”
O que o prefeito fez, ao cortar o ponto dos servidores em greve, foi um ato insano e ditatorial, que não levou em conta o fato de que está privando de alimentos aqueles trabalhadores que querem apenas melhorar suas condições de vida.
O mais interessante de tudo é que a Justiça não julgou a greve como abusiva ainda, de modo que o gestor não tinha o direito de cortar o salário dos servidores.
Como se vê, a popularidade e o bom senso do prefeito da “folha caída” estão despencando, como folhas de outono.
(Desculpem o atraso)

8 comentários:

Ulisses Silva disse...

Bom dia Chagas Filho.

Na verdade este meu "comentário" (que Você pode apagá-lo ao final da leitura) foi a maneira que encontrei para fazer contato com Você.

Postei a pouco, em meu Blog, um "artigo" com título "A Greve dos Servidores Municipais e o Desconto nos Vencimentos".

Então, sem querer ser inconveniente, gostaria que, e se Você puder e quiser, indicasse a leitura de "meu artigo" (mas penso mesmo que seja nosso) aos seus leitores.

Desde já agradeço a atenção:

Meu blog é: http://ulissesvsilva.blogspot.com

O "artigo" está em: http://ulissesvsilva.blogspot.com/2010/07/greve-dos-servidores-municipais-e-o.html

Quaradouro disse...

“Se alguém diz: eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem nunca viu.” (I João, 4,20)
Grande Chagas! Este é o bom combate: usar as armas do fariseu para desmarcará-lo de uma única vez.
Você foi no cerne da questão. Indica que mais do que pseudo-cristão novo, o sr. Maurino Magalhães é um farsante que ludibria as pessoas com palavras que contradizem seus próprios atos.
Parabéns!

Anônimo disse...

Eu não sei o que acontece com este homem. Parace que o seu objetivo é de auto destruição. Ele está louco. Tá certo que ter uma máquina como Marabá nas mãos, com tantas "oportunidades" de se dar bem, pode subir a cabeça de qualquer mortal, mas ´fazer as coisas como ele vem fazendo....é loucura....ou sem "vergonhisse" mesmo. É. acho que é esse último pq ele não conseguiu se controlar diante das tais oportunidades.

Eu votei no João Salame. Claro que nãoa credito que ele seria um político honesto e que não roubaria, pois iso não existe. Qualquer ser humano se entregaria a tentação. Mas tenho certeza que o Salame ao menos teria condição de argumentar, de articular e de não nos matar de vegonha ao nos representar por não conseguir formular ao menos uma frase com coerencia, coesão, concordância ....aí meu Deus! que vergonha!

Anônimo disse...

Salmo 50 versos 16 e 17

"16 Mas ao ímpio diz Deus: Que fazes tu em recitares os meus estatutos, e em tomares o meu pacto na tua boca,

17 visto que aborreces a correção, e lanças as minhas palavras para trás de ti"?


Tem gente citando a Bíblia aqui no blog, mas não tá nem aí pra Deus. Gente hipócrita que usa a bíblia pra condenar e acusar.

chagasfilhodemaraba disse...

Só para esclarecer aos leitores: não sou um homem religioso e não considero a Bíblia um livro sagrado. Citei o caso apenas para mostrar como as pessoas se contradizem em relação às coisas que elas professam acreditar. Respeito todas as religiões e acredito em Deus e em outras coisas invisíveis.
Aquele abraço.

Anônimo disse...

Chagas, pelo visto vc acredita em Deus, em Saci, Duendes, Mula sem cabeça, Papai Noel e Bicho papão e todos os entes que povoam a imaginação do homem.

Vc pode até não considerar a Bíblia um livro sagrado, mas isso não muda a verdade que Jesus falou: "Passarão os céus e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar".

Não acreditar na Bíblia não a torna um livro qualquer, ela permanecerá. O filósofo Rousseau, na época dele, disse que em 100 anos não haveria nenhuma Bíblia no mundo. Pois bem, Rousseau morreu e, ironicamente, a casa dele passou a ser a Sociedade Bíblica. Que ironia!!! De Deus?

chagasfilhodemaraba disse...

Ao meu amigo anônimo, das 10h37, que inexplicavelmente não tem coragem de se identificar - mesmo falando sobre uma "verdade" que ele defende - quero dizer o seguinte: eu nunca disse que a bíblia é um livro qualquer. Todo livro tem sua importância (até mesmo a bíblia). O que eu disse e repito é que, para mim, a bíblia não é um libro sagrado e acrescentaria que, nalguns pontos, não é muito confiável. Repito isso, com todo respeito a quem acredita na bíblia. É uma questão de opinião, ou de "livro arbítrio", como muitos preferem chamar.

wendel disse...

Caro Chagas,

Que bom que está de volta!

Parece que em Marabá iniciou-se uma guerra religiosa...

As igrejas de origem protestantes estão sendo usadas nesta guerra para firmar no campo político pessoas como Maurino Magalhães e a Vereadora Irismar... Até a Ana Júlia, que não tem nada de religiosa, agora aparece em eventos religiosos acompanhado do Prefeito Maurino e da Vereadora...

É realmente uma pena as igrejas submenterem os seus fiéis a tamanho absurdo...

A liberdade religiosa é uma conquista do povo brasileiro, caso contrário, todos seríamos católicos... É uma pena que muitas pessoas estão usando essa liberdade para enriquecer e para manipular a política brasileira...

Wendel Lima Bezerra